Ultimamente se há algum filme em cartaz que está sendo bastante comentado, é o superestimado Jogos Vorazes(Hunger Games).
Contudo a idéia que parece bastante original, juntar um grupo de jovens para se digladiarem até que reste um, porém essa idéia não é nada original a mesma foi utilizada anteriormente em um livro de um autor japonês e posteriormente adaptada a mangá(quadrinhos japoneses), Chamado Battle Royale.

Conheça mais sobre esse livro e mangá que faz jogos vorazes parecer a disney Lândia

Battle Royale

Num futuro não muito distante, os jovens se tornaram um tanto rebeldes demais, devido à recessão econômica na Grande República do Leste Asiático e seus danos sociais, obrigando o governo a aprovar uma lei conhecida como ATO BR, a lei consiste em sortear uma classe de estudantes para participar de um jogo onde a principal regra é matar uns aos outros até restar apenas um. O governo diz que o motivo do jogo é cumprir uma demanda social, mas a verdade ninguém sabe.

São escolhidos jovens entre 15 e 16 anos para serem levados ao local onde ocorrerá o jogo (uma ilha (chamada Okishima e aparentemente baseada em um lugar real, uma ilha da prefeitura de Kagawa a sudoeste de Shodoshima. A ilha é o local onde acontece a história relatada no mangá, porém o local não era fixo, tendo outros locais sendo utilizados para a execução do programa). Logo no inicio do mangá, já vemos a vencedora de um jogo anterior - uma garota que enlouqueceu logo depois de concluir o jogo.

A premissa, por si só, já é impressionante. O desenvolvimento da história é ainda mais.

Logo que o "jogo" começa, podemos verificar os mais variados tipos de comportamento. Muitos dos jovens, pressionados pelo terror psicológico imposto pelas circunstâncias do programa, deixam de lado muitos de seus princípios e partem para a mais básica forma de preservação da vida; a violência. No entanto, alguns deles conseguiram manter seu lado "racional" ativo, controlando seus impulsos bestiais e tentando pensar em maneiras de superar aquela situação desesperadora. Alguns tentam fazer sozinhos, outros pensam no próximo e buscam a união dos alunos como meio de sobrevivência e superação das adversidades.

Observando-se a variação de sentimentos e atitudes da própria raça humana, muito bem apresentada e desenvolvida por Takami, podemos esperar os mais variados desfechos possíveis para a trama, tornando-a irresistivelmente imprevisível. Cada personagem tem uma peculiaridade que o torna único e, ao mesmo tempo, muito próximo de qualquer um que venha a ler a obra. Esta variação permite a identificação do leitor com qualquer uma das personagens, o que aumenta ainda mais a vida-útil de sua trama.

Algo que esqueci de citar anteriormente, que ha um filme de nome "condenados", que utiliza a mesma forma bote pessoas presas numa ilha e faça lutar todas entre si até que reste uma só.
Como pode se notar Jogos Vorazes, se inspirou bastante em Battle Royale.
Eu vi o filme do Jogos Vorazes no cinema e li todos mangas do Battle royale, o que posso dizer que quem gostou de jogos vorazes, irá gostar muito mais de battle royale, pois o mesmo é muito melhor!